000022/2005 - Protocolo de Conduta após acidente com Instumental Pérfuro-Cortante no Centro Universitário Hermínio Ometto de todas as Unidades. - Ações de Extensão - FHO | Fundação Hermínio Ometto
Ações de Extensão - 000022/2005 - Protocolo de Conduta após acidente com Instumental Pérfuro-Cortante no Centro Universitário Hermínio Ometto de todas as Unidades.
Objetivo

O protocolo tem como objetivo estabelecer e padronizar a conduta após acidente com instrumento pérfuro-cortante que deverá ser cumprido por alunos, professores e funcionários nas clínicas, e em todas as unidades, na Uniararas, com a finalidade de agilizar o atendimento. Desta forma é essencial que haja conscientização para que aconteçam mudanças na conduta dos profissionais, levando-os a adotarem medidas mínimas de segurança para todos os pacientes atendidos em todas as ocasiões de tratamento, impedindo que a própria equipe de saúde atue como vetor na propagação de infecções, colocando em risco a sua saúde, a da equipe auxiliar e da comunidade.

Análise

Motivo pelo qual, profissionais da área de saúde estarem sujeitos às chamadas doenças do trabalho, tidas como aquelas provenientes de certas condições especiais que determinado tipo de trabalho venha sendo realizado e, por isso, rotuladas de doenças “indiretamente profissionais”. Dentre as enfermidades infecciosas, a transmissão ocupacional do HIV e da hepatite B e C, pelo seu caráter grave, exigem não só a sua inclusão dentro do acidente-tipo, mas que se estabeleçam, partindo do próprio local de trabalho, rotinas e cuidados rigorosos prevenindo infecção. Nos casos de acidente com material contaminado, estabelecer a quimioprofilaxia precoce.

Ações

Os profissionais de saúde, como os demais trabalhadores, estão sujeitos aos riscos profissionais genérico, específico e genérico agravado e, portanto, expostos aos acidentes do trabalho, às doenças profissionais e às doenças do trabalho. Sendo assim, além do acidente-tipo, pode-se dizer que eles estão expostos às doenças profissionais, ou seja, àquelas que são inerentes ao desempenho de suas atividades laborais, que se apresentam como síndrome típica em outros trabalhadores de mesma situação, que têm um fator etiológico conhecido e que estão relacionadas em ato do Ministério da Previdência Social. Estão sujeitos também às chamadas doenças do trabalho, tidas como aquelas provenientes de certas condições especiais que determinado tipo de trabalho venha sendo realizado e, por isso, rotuladas de doenças “indiretamente profissionais”. Na prática, nem sempre é fácil fazer essa diferença. Diante do exposto torna-se necessária a execução de um protocolo padronizado para procedimentos com acidentes de trabalho.

Dados gerais

Responsável: Profa. Dra. Ana Laura Remédio Zeni Beretta

E-mail do Responsável: lauraberetta@uniararas.br

E-mail do Contato: lauraberetta@uniararas.br

Início do Projeto: 10/03/2005

Fim do Projeto: 16/12/2005

Periodicidade: ANUAL

Tipo do Projeto: PROG. DE BIOSSEGURANÇA

Tipo da Ação: EVENTOS

Área Temática: SAÚDE

Linha de Extensão: SAÚDE HUMANA

Professores Envolvidos

Ana Laura Remedio Zeni Beretta

Cristina da Cruz Franchini

Acompanhe nas Redes Sociais

Com quem você deseja falar?

Fundação Hermínio Ometto

Av. Dr. Maximiliano Baruto, 500

Jd. Universitário | Araras - SP

CEP: 13607-339

(19) 3543-1400

Clima em Araras

Terça-feira
25°C
15°C
Chuva: 0 % (0 mm)

Como Chegar