Em geral a vida se incumbe de nos deixar lições, mas muitos homens e mulheres deixam lições para a vida, contribuindo, assim, com seu caráter e determinação, engenho e altivez para a evolução da humanidade.

Quem poderia antecipar que a família italiana Ometto, sofrendo com as adversidades político-econômicas que vitimavam seu país, particularmente os habitantes da zona rural, emigraria da Itália para o Brasil e construiria ao longo dos anos inúmeras obras fundamentais, principalmente ao setor educacional e ao desenvolvimento socioeconômico e político, e geraria inúmeros empregos em uma região representativa do Estado de São Paulo?

Da comuna de Mirano, província de Veneza, em 1887, para Amparo, Piracicaba e, finalmente, Araras, em 1935 - a família Ometto, representada pelo casal Antônio Ometto e Caterina Biasio, cuja vida foi marcada por determinação e espírito incansáveis, sempre buscou a prosperidade e o bem-estar familiar.

Da união de José e Romana Belloni nasce em 14 de janeiro de 1914 Hermínio Ometto, em Piracicaba, ano em que já haviam construído sua primeira moenda e montado um engenho, ponto de partida para a especialização em cana-de-açúcar e derivados.

Para incrementar os negócios da família na recém-adquirida São João, o primeiro passo foi substituir os cafezais pela cana-de-açúcar, montar o engenho de aguardente e a destilaria de álcool. Começava aí, portanto, um empreendimento agroindustrial de diferentes proporções, com efeitos em vários âmbitos econômico-sociais da região de Araras, tendo à sua frente, a partir de 1938, o nosso fundador, Dr. Hermínio Ometto.